Com o desígnio de facilitar ainda mais o acesso aos EPIs, às empresas estão implantando máquinas automáticas que fornecem os mesmos, também conhecidas como vending machines. O sistema reduz a burocracia na requisição, enquanto o processo padrão de solicitação e retirada além de durar mais tempo, envolve mais custos.

O funcionamento é parecido ao de uma máquina de venda de refrigerantes, possui um estoque de produtos pré-selecionados, como óculos, protetor auricular, luvas, filtros, protetor facial, calçados, entre outros. Para retirada dos itens, é necessário apenas usar o crachá de identificação, senha ou biometria. A máquina pode ser configurada pelo cliente conforme a sua necessidade e traz como benefícios:

  • Verificação de estoque das máquinas online;
  • Controle de consumo;
  • Eliminação da ficha de EPI, a própria máquina obtém a assinatura digital do funcionário;
  • Eliminação de passivos trabalhistas por falta de comprovação de entrega do EPI;
  • Redução no tempo de retirada do EPI, eliminando a necessidade de caminhar até almoxarifado, a máquina fica no setor do funcionário;
  • Notificações de funcionários que não fizeram a troca de EPI no tempo sugerido;
  • Notificações de funcionários com consumo acima da média da função ou setor;
  • Totalmente alinhado com a NR6 da Portaria 3214 do MTB;
  • Totalmente alinhado ao ESocial.

Além da celeridade no processo de requisição, a máquina colabora para um controle ainda mais rigoroso do estoque de produtos, gera relatórios com identificação dos integrantes, dia, horário e itens retirados. Os ganhos operacionais que a Vending Machine acrescenta às empresas são enormes. A máquina permanece 24hs por dia, oferecendo acessibilidade extraordinária. Sem a burocracia para a retirada dos EPIs, há um ganho de tempo que decisivamente será revertido para a atividade principal do cliente.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! 😉

Ficou com alguma dúvida? Então deixe um comentário!