A utilização de Composteiras caseiras

De acordo com estudos, os resíduos orgânicos depositados em aterro são responsáveis pela formação de lixiviados e biogás, ou seja, poluição e propagação de maus cheiros e também pela propagação de vetores de doenças como ratos e insetos. Além disso, existe uma preocupação grande por parte da comunidade, em preservar o meio ambiente e a saúde das pessoas através da alimentação saudável e a eliminação do uso de fertilizantes.

A compostagem é um dos poucos processos naturais capazes de estabilizar resíduos orgânicos, esses materiais em contato com os decompositores que são as bactérias e fungos, mais a ação de minhocas californianas, se torna um composto, que este em contato com a terra forma uma rica fonte de nutrientes para as plantas. Uma composteira deve ser formada por alguns restos de alimentos, terra e minhocas, mas nem sempre é assim, devido a falta de conhecimento, as pessoas acabam despejam tudo num lugar só, como carnes, arroz, laticínios, entre outros produtos prejudiciais ao processo, atraindo moscas e outros insetos que irão defecar no local e ocasionar o aparecimento de vermes e outro microrganismos patógenos que podem causar vários danos a nossa saúde.

Em uma disciplina do curso de Engenharia Ambiental, meu colega de turma Bruno Rafael Putka e eu realizamos um estudo prático, aonde montamos uma composteira com restos de diversos alimentos, misturando tudo, após o processo gerar chorume, enviamos o material para ser analisado em Laboratório. O resultado obtido nos mostrou que foram encontrados no material um grande número da bactéria Escherichia Coli (figura abaixo à esquerda), que pode causar problemas como infecção intestinal e infecção urinária, acontecendo principalmente se o indivíduo consumir água ou alimentos contaminados. Outra bactéria nociva encontrada na análise, é a bactéria Staphylococcus Aureus (figura abaixo à direita), esta tende a infectar a pele.

É importante ressaltar que o processo da compostagem ainda é importante e trás benefícios ao Meio Ambiente, então é possível realizar esse trabalho da forma correta e incentivar às pessoas a fazer o mesmo, buscando informações e tendo o devido cuidado quanto aos materiais que serão depositados na sua composteira.

André Ruediger: 30 anos, Catarinense, Proprietário da Empresa Senso Ambiental, Técnico de Segurança do Trabalho, Brigadista Particular, Qualificação em Operações de Segurança Empresarial e Acadêmico de Engenharia Ambiental.